quarta-feira, 27 de maio de 2009

Datena: fomento aos preconceitos na TV

Como todos devem saber, José Luís Datena apresenta na TV Bandeirantes o programa Brasil Urgente. Esse programa de Brasil não tem muita coisa, além do nome e do objetivo de sua publicidade irritante, já que as matérias raramente saem de São Paulo. A essência do programa é seu patético apresentador, Datena, que é o que incomoda.

Ultimamente Datena tem se denominado contra pedofilia. No entanto, aquele senhor não entrevista em seu programa nenhum especialista reconhecido na área para que esse explique o que é pedofilia, quem é e como identificar uma pessoa pedofila, o que a pedofilia provoca na vida de quem é abusado. Datena faz ao contrário disso, a forma que ele escolhe para abordar os casos de pedofilia desinforma e coloca nas pessoas mal informadas o medo e preconceitos.

Diariamente no Brasil Urgente são exibidas reportagens sobre crimes relacionados à pedofilia. Quando essas reportagens se encerram, Datena começa a rotular, a culpar e a sentenciar os até então acusados. Faz parte de seu discurso exigir atitudes das autoridades com palavras de ordem e sem nenhuma análise crítica do caso como se as coisas se resumissem e se resolvessem com isso.

Mas Datena apresenta as coisas assimo porque não percebe ou está mal intencionado.

Nessa semana o intitulado jornalista mostrou em seu programa uma quadrilha que agenciava meninos pobres nas regiões Norte e Nordeste para prostituí-los como travestis na cidade de São Paulo. Para se referir ao caso, Datena dizia que uma quadrilha agenciava garotos NORMAIS e os TRANSFORMAVAM em HOMOSSEXUAIS e TRAVESTIS. Existem muitas pessoas que não vêem nada de mal nisso. Porém as palavras assumem significados diferenciados conforme o contexto em que são utilizadas.

Assim como não explica cientificamente de forma clara, objetiva, racional sem a sua típica passionalidade sensacionalista Datena não mostra também nesses mesmos critérios o que é homossexualidade, o que é um travesti, sequer define o que é ser normal, muito menos com competência cientifica. Portanto não pensem que está tudo bem. Eu por enquanto não vi nada que seja homofóbico da parte de Datena, mas acho que não vai demorar para que isso aconteça. Suas palavras são cobertas de sutil duplo sentido e ele não faz os parênteses necessários.

Não estranhem se um dia alguém de 17 anos for proibido pelos pais de namorar alguém de 18 anos por se pensar que isso seja pedofilia. Não estranhem se um dia a homofobia usar contra nós argumentos como os que se somos homossexuais é porque fomos abusados e se somos homossexuais é porque somos pedofilos. E quando isso acontecer também não estranhem se quem usar desses argumentos sejam fãs de Datena.

A forma de jornalismo usada no Brasil Urgente, que não é Brasil e nem urgente, é maçante, desnecessária, não adianta e não acrescenta nada a não ser preconceitos oriundos de dúvidas e das trevas da ignorância. Está na hora de Datena ser tirado do ar.

6 comentários:

JuNiNhU disse...

Tá Bravo com o babaca do Datena, BB? ahahahahahaahahaha esse cara é um escroto, nem é merecedor da nossa atenção. O público alvo dele são os desocupados de mal gosto e ignorantes aposentados.

Nem se estresse falando sobre tal lixo.

BEIJUUUSSS

Marcinho Bartimeu disse...

Datena e tantos outros do gênero na televisão brasileira nada mais é do que a luta pela audiência fácil. Programas que desqualificam seres humanos em busca de ínfimos pontos de audiência não merecem credibilidade da parte de pessoas que cultam - e não me refiro somente a formação intelectual. Todo e qualquer ser inteligente sendo, no mínimo, repugnância assistindo dez minutos do 'conteúdo' apresentado. A partir disto, haver ou não sutis indução ao erro em relação às minorias - e inclui o segmento LGBT - não surpreende-me.

Proponho a você querido assistir programas com qualidades, os raros que existem como Roda Viva, o programa da Leda Nagle, Jo Soares, Serginho Groisman e outros, em extinção - provavelmente porque frisam a qualidade e não a audiência, barata.

Simão disse...

Olá,
faz tempo que não consulto seu blog (e o meu próprio), mas resolvi retomar minhas atividades blogueira.
Acompanho faz tempo seus posts em comunidade no orkut e conheci seu blog por lá, como muitos outros.
Datena é só mais um desses apresentadores sensacionalistas, que aproveitam-se da falta de informação de camadas da população para divulgar ideias deturpadas e sem base.
Por acaso, vi essa reportagem e fico feliz que alguém tenha notado os mesmos comentários que notei na hora. É triste ver que essa relação entre homossexualidade e pedofilia é muito comum. Cabe a nós lutarmos para mudar essa visão pequena e preconceituosa.
Abraços fraternos,
Simão

Gato de Cheshire disse...

Eu tb vi essa materia... O Datena tah ligado ao puto do Magno Malta... E ai é foda, pelo seguinte.. Magno Malta é o auditor da CPI da Pedofilia, e tem feito um trabalho muito pertinente nesse sentido, o que é ótimo.... O problema é que ele é o ícone do ícone na luta contra a criminalização da homofia... Ele sempre vai na frente qdo tem as passeatas na porta do congresso em dias que a lei vai ser votada.... As duas batalhas vinculadas a mesma figura de alguma forma nos coloca no mesmo patamar e sinceramente acho que a intenção é essa mesma... Em periodos onde ser homófobo tem se tornado politicamente incorreto ele compra a briga da pedofilia e entra no gosto popular como um homem que luta pela moral... Magno Malta é perigosissimo...
A parada gay tem 3 milhões de pessoas..
Com mil na porta do congresso ele consegue fazer a diferença... Pk ele, diferente da militancia GLS, entendeu que a questão não é o "qto" e sim o "como"...

Spark disse...

Agora pense no Datena transmitindo um teatro, o festival folclórico de Parintins. Tem gente que quer matar ele até hoje.

Gato de Cheshire disse...

Pessoa sumida, gente...